INÚBIA PAULISTA

INÚBIA PAULISTA



INÚBIA PAULISTA



INÚBIA PAULISTA



INÚBIA PAULISTA



INÚBIA PAULISTA - Jardim Florence Campinas




Memorial

INÚBIA PAULISTA
INÚBIA PAULISTA
Jardim Florence Campinas

Prefeitura Municipal de Inúbia Paulista

Avenida Campos Salles, 113
CEP: 17760-000
Tel: (18) 3556-9900
E-mail: inubia@terra.com.br
Site: www.inubiapaulista.sp.gov.br

HISTÓRICO

 

A ORIGEM
As terras que hoje pertencem a Inúbia Paulista, no início do século XX eram totalmente desprovidas de qualquer tipo de estrutura, formadas apenas por matas que no futuro seriam desbravadas pelos corajosos que por ali passaram, contribuindo para a fundação, não só de Inúbia, mas de toda a região. O transporte era feito em barcos, em lombo de burros ou carros-de-boi. As doenças tropicais eram comuns e faziam muitas vítimas. Picadas de cobras e outros animais selvagens também dificultavam, mas a terra, depois da derrubada da mata, se apresentava extremamente fértil.

FUNDAÇÃO DO POVOADO
Por volta dos anos de 1940, com a coragem das famílias dos senhores Kana Uejo,  Assanu Tanabe, Sedo Otani e Kenji Muramatsu, que enfrentaram todos os adversos da época, deu-se início a colonização da região, onde mais tarde se ergueria um povoado, com a denominação de IBIRAPUERA. A colonização de Inúbia teve participação efetiva dos imigrantes japoneses, além de italianos, portugueses e espanhóis.

ORIGEM DO NOME
O nome INÚBIA, de origem tupi, NHUMNI’A – NHOMBY’A designa uma espécie de trombeta, geralmente feita de cabaça, instrumento que era usado pelos índios em seus combates e festejos, este tipo de instrumento é o mais conhecido por todos nós. As trombetas mais comuns além da Inúbia são: o ONFUÁ, JANUBIA, MEMBI- TARARÁ e IRERU. Segundo relatos de antigos moradores, na época da colonização foram encontrados muitos desses instrumentos no local. E embora chamasse IBIRAPUERA, ainda como distrito de Lucélia, recebia de alguns o nome de Inúbia, que após a emancipação, acrescentou-se o gentílico paulista, tornando-se INUBIA PAULISTA. A palavra Inúbia foi deturpada pelos escritores clássicos quando “aportuguesaram-na” deslocando seu acento tônico (NHUMNI’A).

CRIAÇÃO DO DISTRITO
Com pouco menos de dez anos, após início da colonização das terras, em 24 de dezembro de 1948, através do Decreto Lei Estadual nº 233, posto em vigor na data de 1º de janeiro de 1949, o povoado foi elevado à categoria de Distrito, pertencente ao município de Lucélia, com a denominação de Distrito de Paz de IBIRAPUERA.

CRIAÇÃO E EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO
Em 18 de fevereiro de 1959, através do Decreto Lei Estadual nº 5282, o Distrito de Paz, foi oficialmente elevado à categoria de Município, com a denominação já alterada de Ibirapuera, para INÙBIA PAULISTA, desmembrado do município de Lucélia. Sua instalação verificou se em 1º de janeiro de 1960, e é o marco de criação do município.

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
A estação ferroviária de Inúbia Paulista, feita de madeira em construção simples, foi inaugurada no município em 20 de abril de 1950, atendendo a Linha-Tronco Oeste da Paulista, um enorme ramal que parte de Itirapina até o rio Paraná, constituído em 1941, a partir da retificação das linhas de três ramais já existentes: os ramais de Jaú, de Agudos e de Bauru. Como em toda região do Oeste Paulista, a ferrovia foi importante na colonização e no progresso, possibilitando aos distritos, povoados e cidades, sonhar com a grandeza que o futuro lhes proporcionaria. Em 1986, de acordo com o relatório de Instalações Fixas da FEPASA, a Estação Ferroviária encontrava-se totalmente abandonada e depredada. Em 1993, foi restaurada, e passou a abrigar a Polícia Militar. Mas com a saída da polícia do local, foi novamente abandonada e depredada, sendo ocupada por mendigos. No final de 2003, a Prefeitura novamente a reformou, colocou portas novas e transformou-a em pré-escola municipal,mantendo-se bem conservada até os dias atuais.
Gentílico: Inubense
 

GALERIA DE PREFEITOS

 

CIPRIANO GOMES 01/01/1960 à 31/12/1963
CÉZARIO BONTEMPO 01/01/1964 à 31/01/1969
CIPRIANO GOMES 01/02/1969 à 31/01/1973
IRALDO TOLEDO 31/01/1973 à 31/07/1977
WLADIMIR ROMÃO 01/08/1977 à 30/01/1983
IRALDO TOLEDO 01/02/1983 à 29/05/1986
CLÁUDIO DAVID 30/05/1986 à 31/12/1988
WAGNER LINDQUIST 01/01/1989 à 31/12/1992
WLADIMIR ROMÃO 01/01/1993 à 31/12/1996
WAGNER CAMPATO 01/01/1997 à 31/12/2000
WLADIMIR RAMÃO 01/01/2001 à 31/12/2004
WLADIMIR RAMÃO 01/01/2005 à 31/12/2008
CLAUDIONIR GHELFI (TUTA) 01/01/2009 à 31/12/2012
CLAUDIONIR GHELFI (TUTA) 01/01/2013 à 31/12/2016
 
JOÃO SOARES DOS SANTOS 01/01/2017 à 31/12/2020

OBS. O Sr. CIPRIANO GOMES, foi o primeiro Prefeito de Inúbia Paulista.

 

 





Acervo Digital

Com a ajuda de vários colaboradores reunimos um acervo de fotos antigas desta cidade. Caso você tenha fotos antigas desta cidade, contribua conosco, enviando-as para o e-mail: contato@memorialdosmunicipios.com.br

Clique nas imagens abaixo para aumentá-las:

Faço parte dessa história
Empresas que fazem parte da história desta cidade.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site. Ao navegar pelo site, você autoriza o nosso site a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas , acesse nossa Política de Privacidade.
Entendi.